Tesoura: Técnica do Polegar

por Reinaldo Teles

Tesoura: Técnica do Polegar

A arte do cabeleireiro é cuidadosa e complexa – afinal, você é encarregado de pentear e estilizar o cabelo de outra pessoa. 

O manuseio adequado de uma tesoura de corte é essencial para obter um nível adequado de precisão no aparamento do cabelo, dominando as técnicas de corte com tesoura.  

Você está reduzindo o risco de lesões por movimento repetitivo, como a síndrome do túnel do carpo, que pode ser um obstáculo irritante para qualquer cabeleireiro ou barbeiro em formação.

A pressão horizontal do polegar é uma das principais causas de:

  • Fadiga e dor nos dedos, mãos, pulsos e braços
  • Lâminas de tesoura cegas e danificadas

Para alertá-lo sobre um problema sério que aflige muitos cabeleireiros, as informações abaixo responda às seguintes perguntas:

  • O que é pressão horizontal do polegar?
  • Como a pressão horizontal do polegar é prejudicial para tesouras e estilistas?
  • O que causa a pressão horizontal do polegar e como posso evitá-la?

O que é pressão horizontal do polegar?

A pressão horizontal do polegar (PHP) é a força criada por um estilista pressionando o polegar contra, para dentro ou através do orifício do polegar da alça da tesoura enquanto corta o cabelo. Embora uma tesoura possa tolerar uma quantidade insignificante de pressão do polegar, a maioria dos estilistas exerce muito mais pressão horizontal do que o aconselhável, danificando a tesoura sem saber e forçando a mão no processo de corte. Infelizmente, o PTP pode se transformar rapidamente em um hábito inconsciente que causa vários problemas.

Como a pressão horizontal do polegar (PTP) é prejudicial para tesouras e estilistas?

Pressão do Dedo

Pressão do Dedo

Simplificando, PTP = tesoura cega + fadiga da mão.

O PTP prejudica significativamente o desempenho das tesouras de alta qualidade, pois esmerilha as bordas internas das lâminas quando elas abrem e fecham. Essa fricção de metal com metal desgasta as arestas de corte, cega as lâminas e causa danos ao fio interno. O desempenho da tesoura se deteriora rapidamente e a degradação pode ser perceptível em algumas semanas ou mesmo dias. Essa perda das funcionalidades originais de forma prematura faz com que os Cabeleireiros exerçam ainda mais pressão com o polegar, e logo o PTP se torna um hábito crônico.

Os estilistas que não sabem que o PTP danifica as tesouras geralmente ficam desapontados e perplexos com a falha da tesoura em manter sua afiação. A maioria se resigna a um ciclo vicioso

Movimento da mão

Movimento da mão

de afiar repetida e frequentemente as tesouras, que cegam prematuramente. Este ciclo caro e frustrante pode continuar por anos antes que a raiz do problema, PTP, seja finalmente diagnosticada.

Mais importante, PTP impõe estresse indevido sobre os dedos, mão e pulso de um estilista. Isso pode causar fadiga nas mãos, dor, cãibras e, com o tempo, doenças como síndrome de movimento repetitivo (smr), síndrome do túnel do carpo (stc) e cotovelo de tenista.

O que é apenas movimento vertical do polegar (MVDP)?

O MVDP está usando um polegar relaxado para mover o cabo da tesoura apenas para cima e para baixo (vertical); pressão horizontal zero do polegar é aplicada. Essa técnica permite que a área de pivô da tesoura e a afiação da lâmina gerem a quantidade perfeita de energia para cortar com precisão e sem esforço. O cabo da tesoura com o orifício para o dedo (conhecido como lâmina guia) nunca se move. Serve como uma base estável para dedos relaxados e controlados, otimizando a liberdade radial, mas não interferindo nas funções da tesoura.

Ao contrário do PTP, o MVDP é benéfico tanto para o estilista quanto para a tesoura. É ergonomicamente ideal, maximiza a precisão e a consistência do corte e minimiza o estresse da mão e o desgaste da tesoura.

MVDP é a pedra angular do design da ferramenta, as tesouras funcionam melhor quando o polegar se move apenas para cima ou para baixo. Qualquer movimento não vertical, força ou pressão do polegar, especialmente PTP, funciona contra a tesoura e resultará em lâminas cegas ou danificadas.

Movimento da mão

Movimento da mão

Pressão do polegar com a sua tesoura

Pressão do polegar com a sua tesoura

 

 

 

 

 

 

Problema: um polegar bloqueado leva ao PTP

Muitos estilistas travam os polegares enquanto cortam. As desvantagens de um polegar travado podem ser demonstradas apontando o polegar como se você fosse um caroneiro pedindo carona. Ao estender e travar o polegar, observe como os músculos da palma da mão se contraem. Todos os músculos da mão são firmes e tensos porque um polegar travado não pode relaxar e é propenso a aplicar PTP. Por outro lado, observe que, quando você dobra o polegar, os dedos, a mão, o pulso e o braço relaxam.

O correto e o errado

O correto e o errado

Solução: Use apenas técnicas de movimento vertical do polegar (MVDP)

Cortar com MVDP envolve ter um polegar relaxado, ligeiramente dobrado na junta e descansar apenas a ponta do polegar no orifício do cabo da tesoura. À medida que o polegar se move verticalmente, o cabo da tesoura se move para cima e para baixo. O cabo da tesoura com o orifício para o dedo (conhecido como lâmina guia) nunca se move. O movimento do polegar coloca apenas uma das alças em movimento. Essa técnica permite que a pressão gerada pelo design do pivô e a nitidez das lâminas façam todo o trabalho.

Pratique estas cinco etapas para cortar com MVDP:

  1. Mantenha a articulação do polegar levemente dobrada o tempo todo. Isso permite que sua mão e pulso relaxem e minimize a tendência de aplicar pressão com o polegar;
  2. Insira apenas a ponta do polegar no orifício do polegar. Isso maximizará sua amplitude de movimento e o protegerá da aplicação de PTP. Para evitar inserir o polegar muito longe no orifício, pode ser útil colocar um anel no orifício do polegar;
  3. Usando a ponta do polegar, enquanto dobra a junta, mova o cabo da tesoura apenas para cima e para baixo. Tenha cuidado para não empurrar ou pressionar a alça em qualquer outra direção ou ângulo;
  4. Certifique-se de que a lâmina guia (o cabo da tesoura com o orifício para o dedo) não se move para cima ou para baixo; deve estar completamente imóvel. Uma lâmina guia imóvel serve como uma base estável para seus dedos descansarem; previne PTP; e permite que você corte uma linha reta e precisa;
  5. Deixe sua mão ficar à vontade apoiada nos contornos do cabo. Evite segurar, empurrar, puxar ou pressionar a tesoura com força, pois isso restringirá sua liberdade de movimento e inibirá o curso de corte natural da tesoura.

Perguntas?

Esperamos que essas dicas sobre a pressão do polegar tenham sido úteis para você. Para obter mais informações sobre como manter sua tesoura em perfeitas condições de funcionamento, consulte o manual de cuidados e manutenção da sua tesoura.

Se você tiver alguma dúvida sobre cuidados, manutenção e pressão do polegar, ligue para Reinaldo Teles (21) 99921-1777!

Você quer saber mais sobre manutenção de tesouras? Leia o nosso novo post do blog!

Fonte: Hikari Scissors

Você pode gostar

1 comente

Tesoura: Cuidados e Manutenção | Blog do Rei dezembro 12, 2022 - 2:38 pm

[…] ReiPro […]

Responder

Deixe um comentário